Destaque Do Site E Da Intranet (11)

 

A Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Servidores da Seção Judiciária do Espírito Santo (EFA-SJES) promoveu na quarta-feira, 26, curso sobre o PrevJud – Serviço de Informação e Automação Previdenciária.

O Prevjud é um importante aliado para dar mais agilidade e efetividade aos processos previdenciários na Justiça, garantindo maior facilidade e rapidez no acesso ao direito pelo cidadão.

Desenvolvido pelo Programa Justiça 4.0, o sistema permite ao Judiciário o acesso imediato a informações previdenciárias e o envio automatizado de ordens judiciais ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no caso de ações previdenciárias.

Realizado por videoconferência, o curso foi voltado a magistrados(as) e servidores(as) da Justiça Federal que atuam em varas e juizados com competência previdenciária. Cerca de 70 pessoas participaram.

A abertura foi feita pela juíza federal Eloá Alves Ferreira, titular do 4º Juizado Especial Federal (JEF) de Vitória. “Estou muito feliz com essa ação educacional e com essa participação expressiva”, afirmou a magistrada. A ideia do encontro surgiu a partir de uma conversa da juíza com o colega Pablo Coelho Charles Gomes, da 1ª Turma Recursal. Ambos identificaram a necessidade de um curso rápido para sanar dúvidas que ainda existem sobre o uso do sistema.

A juíza agradeceu a disponibilidade das servidoras do INSS Janaína Azevedo e Natália Weber, que conduziriam a capacitação, afirmando que o PrevJud é uma solução não apenas para o INSS, mas também para o Judiciário. “Precisamos buscar o mínimo de intervenção humana, para que o processo seja o menos moroso possível. Os sistemas estão aí para isso”, destacou.

A titular do 4º JEF agradeceu também aos servidores da Justiça Federal que gentilmente aceitaram o convite para estarem ali tirando dúvidas dos colegas: Sérgio Pimentel (diretor de secretaria do 3º JEF), Silvana Lúcia Braselina Rodrigues e Gabriel Henrique Lima Gomes, das seções de suporte ao usuário do e-Proc.

O juiz federal Pablo Coelho Charles Gomes congratulou a colega Eloá pela iniciativa e também os servidores. “É muito importante, para que possamos fazer esse trabalho da melhor maneira possível e evitar atrasos nos cumprimentos das ordens judiciais. Eu não imaginava que o PrevJud disponibilizava tantos serviços”, afirmou.